Pesquisa
Notícias Antigas
Menu Setores Assessoria de Imprensa



Tem início o Programa de Vacinação contra a Febre Amarela

Desde o início de Janeiro os agentes de saúde estão promovendo a vacinação contra a Febre Amarela.

A política atual de vacinação contra Febre Amarela recomenda pelo menos uma dose de reforço para crianças e adultos, conforme orientações do Programa Nacional De Imunizações do Ministério da Saúde.

 

Sobre febre amarela: a febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por

um virus transmitido por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos

distintos de transmissão: silvestre e urbano

O vírus da febre amarela é um arbovírus do gênero flavivírus, da familia flaviviridae

O vírus é transmitido pela picada do mosquito transmissores infectados e não há

transmissão direta de pessoa a pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e

controle da doença.

Do ponto de vista etiológico, clinico, imunológicoe fisiopatológico, a doença é a mesma nos

dois ciclos.no ciclo silvestre, os primatas não humanos (macacos) são os principais

hospedeiros e amplificadores do vírus, e os vetores são mosquitos com hábitos

estritamente silvestres.nesse ciclo, o homem participa como um hospedeiro acidental ao

adentrar áreas de mata.

No ciclo urbano, o homem é o único hospedeiro com importância epidemiológica e a

transmissão ocorre a partir de vetores urbano (aedes aegypti) infectados.

 

Tratamento: o tratamento é apenas sintomático, com cuidados a assistência ao paciente

que, sob hospitalização, deve permanecer em, com reposição de liquidos e das perdas

sanguíneas, quando indicado.nas formas graves, o paciente deve ser atendido em

unidade de terapia intensiva, com vista a reduziras complicações e o risco de óbito.

Salicilatos devem ser evitados (aas e aspirina), já que seu uso pode favorecer o

aparecimento de manifestações hemorrágicas. O médico de estar alerta para quaisquer

indicações de um agravamento do quadro clinico.

 

Sinais e sitomas mais comuns: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor

muscular, náuseas e vômitos que duram, em média, três dias.nas formas mais graves,

podem ocorrer icterícias (olhos e pele amarelados), insuficiência hepática e renal,

manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

 

Locais de casos: minas gerais, são jose do rio preto, ribeirão preto ,barretos e jales.

Considerando que nos municípios do drs 14 não foi identificada, até no momento, a

ocorrência de epizootias e nem a ocorrência de casos humanos de febre amarela

A F.A. nos estados brasileiro foi caracterizada com transmissão silvestre, ligada a zonas

próximas de matas, com transmissão por vetores silvestres.

 

Vacinação: prioridade população zona rural e população que vai viajar para zona de

risco.

Idades: a partir de 9 meses

Doses : 02 dose para vida toda.

Idoso: 60 anos e + ver riscos x benefício local que vai viajar.

Quem não vai viajar não tem a necessidade.

 

Mães amamentando: a vacina está contraindicada, devendo ser adiada até a criança

completar 6 meses de idade. Na impossibilidade de adiar a vacinação o médico deverá

avaliar rico x benefício. No caso de mulher está amamentando e receber a vacina, o

aleitamento materno deve ser suspenso preferencialmente por 28 dias após a vacinação

(com um minimo de 15 dias)

 

Viajantes: internacionais seguir as recomendações do regulamento sanitário internacional

(rsi) viajantes para área com recomendação de vacina, no brasil, vacinar de acordo com as

normas do pni, pelo menos 10 dias antes da viagem, no caso de primo vacinação. O prazo

de 10dias não se aplica no caso de revacinação.

Efeitos colaterais: dor de cabeça, febre, dor muscular, sendo infrequente a ocorrência de

reação no local de aplicação.

 

Contraindicações gerais: gestantes

Crianças menores de 6 meses.

Portadores de imunodeficiência congênitaou adquirida.

Neoplasia maligna

Paciente infctados pelo vírus hiv com alteração imunológica

Paciente em terapêutica imunodepressora: quimioterapia, radioterapia,

imunomoduladores, corticóides em doses elevadas

Paciente com história pregressa de doenças do timo

 

Locais de vacinação: psf venda branca, psf caic e sala de vacina

Começo: janeiro

Encerramento: sem previsão

Campanha na zona rual: 30/01/2017 á 07/02/2017

Indique este site

 


 

 


PLANO DIRETOR


CONSULTA PÚBLICA - LISTA DOS BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA


PLANO DE RESÍDUOS SÓLIDOS



DECRETO


 



VAGAS DE EMPREGO


PLANO DE ARBORIZAÇÃO DA CIDADE

INSCREVA-SE


  



 

 

Horários da Tesouraria:

das 9 às 11 e das 13 às 16:30 horas 

Semutran seguem

os mesmos horários


Emergências

 

SAMU: 192
Polícia Militar: 190
Polícia Civil: 3671-1005
Polícia Florestal: 3671-1094
Polícia Rodoviária: 3671-2309
PPA: 3671-9100/3671-1127
Água- Plantão: 3671-1203

Conselho Tutelar:

  • 3671-1001
  • 9207-9442

Outros telefones

 

 

 

 

 

O endereço www.casabranca.sp.gov.br é de propriedade da PRODESP, e por ela auditada - www.prodesp.sp.gov.br.

 

A Formatação, Credibilidade de Informações, e Segurança do Site seguem a Normativa QA de 10.12.2010 do TI(PMCB).




29/3/2017
99 visitantes on-line

E-mail pmcb@casabranca.sp.gov.br - PABX (19)3671-9770 - CEP 13700-000 - Bronka Design | Brasil 2010

   2002-2017 ©.

smtp.casabranca.sp.gov.br