SAMU pode parar na região do conderg

SAMU PODE PARAR NA REGIÃO DO CONDERG
Funcionários do SAMU, gerenciados pelo CONDERG (Consórcio de Desenvolvimento da Região de Governo de São João da Boa Vista, com sede em Divinolândia) prometem paralisar os serviços a partir de amanhã. O CONDERG é presidido e gerenciado pelo prefeito de Vargem Grande do Sul há mais de quatro anos.
A decisão deve-se à falta de aumento salarial há mais de 10 anos, um ticket de alimentação insuficiente no valor de R$ 130,00, falta de EPI (Equipamento de proteção individual), falta de botas e uniformes para realização dos serviços com segurança.
Em 2019, o prefeito Marco César Aga decidiu sair do Consórcio em razão de divergências gerenciais com o atual mandatário. Na ocasião, o CONDERG possuía uma dívida em torno de R$ 11 milhões de reais, dívida que se arrastava desde 2017, quando o atual presidente assumiu a administração do consórcio pela primeira vez.
Hoje, com a iminente possibilidade de paralisação dos serviços do SAMU regional, vê-se que a estratégia da Prefeitura de Casa Branca e do prefeito Marco César em sair do Consórcio e criar uma estrutura própria de Casa Branca para atendimento de urgência e emergência é o que está garantindo a continuidade dos serviços prestados à população do nosso município.
Na ocasião, o Prefeito já previa e afirmava que a ineficiência da gestão do consórcio iria trazer consequências imprevisíveis para toda a região pertencente ao CONDERG.

Youtube

2021 ©copyright - Prefeitura Municipal de Casa branca - Todos os direitos reservados.

plugins premium WordPress

Casa Branca

Busca

Skip to content