Casa Branca cria o Conselho Municipal da Igualdade Racial

A Prefeitura Municipal de Casa Branca dá um importante passo em prol do movimento negro: a criação do Conselho Municipal da Igualdade Racial. O novo Conselho atuará com a missão de, em caráter consultivo, propor, fiscalizar e avaliar políticas de promoção da igualdade racial focadas nas populações negras do município.

Em sua primeira reunião o Conselho debateu as principais metas a serem alcançadas e a criação de grupos de trabalho visando à estruturação do órgão em suas diversas áreas de atuação.

Para Cibele Aparecida Fialho, que assumirá a presidência do Conselho, é de suma importância a criação do órgão não apenas para fiscalizar o cumprimento das políticas públicas existentes, mas para a criação de ações afirmativas voltadas para o equilíbrio das desigualdades associadas à raça e etnia. “Me sinto grata em poder fazer parte desse Conselho, como representante da sociedade civil, mas, sobretudo, como instrumento e voz do povo preto casa-branquense.”

Para o senhor Ricardo de Campos Filho (Cadinho), integrante da comunidade negra casa-branquense, o Conselho veio para ficar. “Buscaremos métodos para resolver problemas e demandas buscando dar visibilidade em todo ato governamental, econômico, educacional, fatores que possam causar a desigualdade e despertar na sociedade a necessidade de respeitar o direito de nossa representatividade em todas as estruturas sociais”.

O prefeito Duzão Nogueira ressaltou a importância dos conselhos para a gestão pública e sociedade. “O papel dos conselhos é de suma importância para a promoção da cidadania. As ideias e projetos surgem a partir das deliberações destes conselheiros”, disse.
Duzão Nogueira frisou, ainda, que os desafios expostos tanto no cumprimento das políticas quanto do contexto político e social são muitos. “É nosso papel mudar esta realidade. Quando as pessoas respeitam, de fato, umas às outras, a sociedade evolui”, afirmou.

Youtube